Institucional:História
Público - 05/02/2018 - 10:06:26 - por: admin@camarajatai.go.gov.br Público - 05/02/2018 - 10:05:09 - por: admin@camarajatai.go.gov.br Público - 05/02/2018 - 09:52:24 - por: admin@camarajatai.go.gov.br Público - 05/02/2018 - 09:52:13 - por: admin@camarajatai.go.gov.br Público - 05/02/2018 - 09:51:09 - por: admin@camarajatai.go.gov.br Público - 05/02/2018 - 09:48:07 - por: admin@camarajatai.go.gov.br Público - 01/02/2018 - 09:38:56 - por: admin@camarajatai.go.gov.br Público - 31/01/2018 - 16:45:27 - por: admin@camarajatai.go.gov.br Restrição por Usuário - 31/01/2018 - 16:28:04 - por: admin@camarajatai.go.gov.br Restrição por Usuário - 31/01/2018 - 16:27:01 - por: admin@camarajatai.go.gov.br Restrição por Usuário - 31/01/2018 - 16:17:50 - por: admin@camarajatai.go.gov.br Restrição por Usuário - 31/01/2018 - 16:13:47 - por: admin@camarajatai.go.gov.br Público - 31/01/2018 - 16:13:16 - por: admin@camarajatai.go.gov.br Restrição por Usuário - 31/01/2018 - 16:12:52 - por: admin@camarajatai.go.gov.br Público - 31/01/2018 - 16:12:23 - por: admin@camarajatai.go.gov.br Privado - 31/01/2018 - 16:11:44 - por: admin@camarajatai.go.gov.br Privado - 31/01/2018 - 16:11:34 - por: admin@camarajatai.go.gov.br
Prefeitos de Nossa História Intendentes desde o surgimento da Câmara

A Câmara de Vereadores, instalada solenemente em 02 de março de 1885, foi a entidade que deu início ao processo de administrar toda a extensão do município de Jataí, inclusive elaborou e publicou a lei número 01, que versava sobre o primeiro Código de Posturas do Município.

Com a Proclamação da República, em 15 de novembro de 1889, o regime de governo no país muda, e com isso as lideranças políticas da pequena Jataí, em sessão extraordinária da Câmara de Vereadores, aderem pacificamente ao movimento de âmbito Nacional. Logo em seguida, cumprindo orientação do Palácio do Governo na Capital, no dia 14 de dezembro daquele ano de 1989, quatro anos e nove meses depois da Câmara constituída, o Legislativo se reuniu e elegeu, por aclamação, o ex-deputado estadual, Herculano José Carneiro de Mendonça como primeiro Intendente de Jataí. Estava assim criado o Poder Executivo de Jataí-GO.

A história dos intendentes de Jataí, referentes a alguns anos antes e depois de 1900, é um tanto obscura pela completa inexistência de documentos sobre os fatos ocorridos na época. Tivemos acesso até agora à correspondências esparsas assinadas por alguns cidadãos como intendente de Jataí, e ainda à pequenas notas de jornais da antiga Capital, incluindo o Diário Oficial.

Os documentos que retratam o passado de Jataí nunca foram motivos de preocupações do poder público local e de nenhum cidadão jataiense. Esses papéis representaram problemas para os administradores que chegaram ao ponto de incinerá-los para desocupar gavetas e armários. Queimar aquele papelório era medida fácil e eficaz, certamente, assim pensaram os prefeitos Júlio de Souza Cunha e Joaquim Cândido de Carvalho. Citamos apenas esses dois, porque temos registros que comprovam esses atos.

Apesar de todas essas perdas, as quais prejudicaram a clareza dos fatos nas primeiras etapas da história de Jataí, os documentos que restaram permitiram apresentarmos os administradores de Jataí, suas obras mais marcantes, etc.

Por falta de maiores evidências documentais sobre o exercício da Intendência de Jataí daquela época, ao que tudo indica, exerceram o governo de Jataí Martinho Marra, José Inácio de Mello França, Capitão Serafim José de Barros, Assad Boatie Jajah (1907), José Advíncola da Cunha (1908/09), Olavo Itapura do Nascimento (1910). A respeito desses cidadãos existem algumas publicações que não esclarecem nada, ou documentos assinados por eles como intendentes. Por isso, ficamos impossibilitado de ilustrarmos tais administrações nesta página, o que é lamentável.

O que mostramos a seguir, considerando a ausência dos nomes acima citados, é a sequência do exercício de intendentes e prefeitos, incluindo a repetição de mandatos. Também deixamos de colocar o mandato de prefeitos que exerceram de forma interina. Foram eles, pela ordem de posse: Belarmino Cruvinel, José Gomes de Lima, Conrado Vieira Cunha (três vezes), Júlio de Souza Cunha (três vezes).

Autor: Dorival de Carvalho Melo

Continuar Lendo