Parlamentar do MDB foi convocado para o lugar de Marcos Antônio, que foi cassado por quebra de decoro
Professora e diretora do antigo ISG (atual IPSG) contribuiu na formação de várias gerações de jataienses

Notícias

Público - 5 de Dezembro de 2019 às 14:23 - por: Francisco Público - 30 de Novembro de 2019 às 10:40 - por: Francisco Público - 30 de Novembro de 2019 às 10:39 - por: Francisco Privado - 30 de Novembro de 2019 às 10:36 - por: Francisco Privado - 30 de Novembro de 2019 às 10:34 - por: Francisco

Marcos Antônio tem seu mandato cassado

Cassação foi decidida pelo voto favorável de nove dos dez parlamentares. Vaga será ocupada por Creso Vilela WhatsApp Copiar Link
Marcos Antônio durante sessão ordinária realizada em março de 2019
Foto: Vânia Santana
Marcos Antônio durante sessão ordinária realizada em março de 2019

Por nove votos contra um, a Câmara Municipal de Jataí cassou o mandato do vereador Marcos Antônio Ferreira da Luz (PDT) durante a sessão ordinária do dia 29 de novembro de 2019. O relatório final do Conselho de Ética foi aprovado pelos vereadores Adilson Carvalho (MDB), Agustinho de Carvalho Filho, o “Carvalhinho” (SD), Antônio Lima (DEM), Carlos Miranda (MDB), Kátia Carvalho (PP), Major Davi Pires (PP), Maria Aparecida, a “Cida” (Podemos), Pastor Luiz Carlos (PSDB) e Thiago Maggioni (PSDB).

O vereador Mauro Bento Filho (MDB) foi o único a manifestar voto contrário ao projeto de resolução que decretou a perda de mandato de Marcos Antônio, que foi representado junto ao Conselho de Ética devido à acusação de quebra do decoro e da ética parlamentar em decorrência de ação ajuizada pelo Ministério Público de Goiás por improbidade administrativa. Pelo mesmo motivo, o vereador Gildenicio Santos (MDB) perdeu seu mandato no último dia 24 de outubro.

Com a decisão do plenário, a vaga do pedetista será ocupada por Creso Vilela (MDB), segundo suplente da coligação Novas Conquistas, que reuniu os partidos MDB (então PMDB), PDT, DEM e PMB nas eleições municipais de 2016. Gildenicio havia sido substituído pelo primeiro suplente da mesma coligação, Carlos Miranda. Vilela não participou da sessão desta sexta-feira por ter sido declarado suspeito. Desta forma, foi convocado o terceiro suplente da coligação, Antônio Lima. Dentro de 15 dias Creso Vilela assumirá a vaga deixada pelo parlamentar afastado.

No último dia 6 de maio, a Câmara Municipal foi notificada pelo juiz Thiago Soares Castelliano Lucena de Castro, da 2ª Vara Cível, Fazendas Públicas, Meio Ambiente e Registros Públicos de Jataí, a respeito do afastamento cautelar, por 180 dias, dos vereadores Gildenicio Santos e Marcos Antônio. No início de novembro, o judiciário deferiu nova solicitação do MP e determinou a prorrogação do afastamento de Marcos Antônio, além de determinar a busca e a apreensão de computadores para perícia e levantamento de provas, por indícios de obstrução da justiça e intimidação de testemunhas.


Vídeo completo da sessão ordinária