Prefeitura está autorizada a repassar R$ 40 mil para que alunos participem de olimpíada de matemática na Tailândia
Será discutido projeto que garante repasse de recurso para que estudantes jataienses participem de torneio internacional de matemática
Público - 10/07/2018 - 10:14:39 - por: Francisco Privado - 10/07/2018 - 10:12:21 - por: Francisco Privado - 10/07/2018 - 10:12:04 - por: Francisco Privado - 10/07/2018 - 10:09:25 - por: Francisco
Câmara realiza sessão extraordinária nesta quinta-feira Estará novamente em pauta projeto que prevê repasse de recursos para que alunos do Colégio Militar participem de competição internacional de matemática
Foto: Hélio Domingos

Será realizada no dia 12 de julho de 2018, às 10 horas da manhã, no plenário João Justino de Oliveira, uma sessão extraordinária para discutir e votar o projeto de lei nº 33, enviado pelo poder executivo. Caso a matéria seja aprovada, a prefeitura de Jataí ficará autorizada a repassar recurso financeiro ao Colégio Militar Nestório Ribeiro para que os alunos daquela unidade de ensino possam participar da Olimpíada Internacional de Matemática, que será realizada na Tailândia de 3 a 7 de agosto deste ano.

O executivo solicitou urgência urgentíssima para a tramitação do projeto, pois falta menos de um mês para a realização da competição. O município será representado por alunos do Nestório Ribeiro, que se destacaram na Olimpíada Internacional de Matemática Sem Fronteiras. Devido a esse desempenho eles foram convidados para o evento tailandês, mas não contam com recursos para arcar com despesas de viagem, alimentação e hospedagem.

A discussão e votação do projeto estava prevista para o dia 9 de julho, mas a direção do colégio solicitou aos parlamentares e ao executivo que o valor fosse aumentado, pois o governo estadual não repassou recursos para o evento. De acordo com os organizadores da viagem, são necessários R$ 170 mil para que as despesas sejam cobertas. O texto enviado pela prefeitura previa o montante de R$ 20 mil. Assim, os vereadores resolveram esperar pela volta do prefeito Vinícius Luz, que está em férias, para debater o aumento do valor.